Loading...

domingo, 5 de setembro de 2010

Geração Coca-Cola Light

Duvido que a Joana D’Arc, Jesus Cristo ou até o próprio Judas conseguissem ser covardes!
Ter a coragem de se posicionar enquanto todos abaixam o olhar e se lixam lixando as unhas, impecáveis, não é rebeldia e sim, uma atitude nobre.
O problema é que, quase sempre, atitudes como essa, são condenadas pelo moralismo pós-moderno da embriaguez juvenil que disfarça a covardia dos que seguram os copos, ascendem às fogueiras, e gozam com o meu pau; toda vez que eu ouso dizer o que eles estão pensando, mas não falam!
Acordo na segunda-feira com palpitações fulminantes de preocupação por alguma coisa que pode só acontecer na sexta... Mas eu resolvo!
Não enrolo, não invento e nem aceito desculpas! Eu erro muito! Meto os pés pelas mãos, mas depois enfio o joelho no cu, se for preciso, pra reparar qualquer injustiça que eu tenha causado.
Ainda bem que o meu pau não é uma bússola, porque ele só aponta para as piores direções! Melhor começar a confiar na cabeça de cima...
Péssima memória, sem habilidades com exatas, mas diretamente conectado ao coração (que é o verdadeiro cérebro, em minha opinião).
Minha cabeça grande não se engana tão facilmente; eu ouço vozes.

Já me disseram algumas vezes que assusto um pouco as pessoas com a minha intensidade... E mesmo ouvindo isso pelo menos uma vez por mês, continuo achando que o problema está nas pessoas que se acostumaram a ter sempre a versão ‘light’ de tudo!
Pra mim não tem essas de dar um tempo, ir com calma ou ‘melhor não’.
Sabe por que eu não dou um tempo? Simplesmente porque eu morreria esperando! A agonia de depender de uma resposta alheia é inadmissível pra mim!
Não vou com calma pra não pegar no sono! Quero agilidade, muito suor e cigarrinho de depois.
E não me diga ‘melhor não’... Melhor não fazer isso.

Jogar dominó com 5 velhinhos com Alzheimer, fazer uma viagem de última hora e se deixar molhar pela água gelada, mas continuar quente por dentro é completamente aceitável para pessoas como eu.
Mas calar o coração e partir outros por prazer ou mulecagem sempre será algo covarde e cruel... Tão disfuncional e mentiroso quanto um beijo dado embaixo de um céu sem lua!

Nenhum comentário: